22/09/2016

Ensino a distância e presencial. Os dois lados da mesma moeda

Sua instituição deve entender o funcionamento de ambas modalidades, mas não apenas o lado da instituição como o lado do aluno também!

Sempre vemos um dualismo quando falamos da educação, seja técnica ou de graduação. Qual o melhor ambiente para fazer um curso? Presencial ou a Distancia? Bom, para entendermos melhor sobre isto, temos que entender perfeitamente sobre cada ambiente de aprendizagem.

A educação, não só no Brasil, como em todo o mundo ficou mais rigorosa quando falamos em qualidade. Isso não apenas no conteúdo, mas também na maneira em que este conteúdo é passado.

Acima de tudo, uma nova geração em que busca economizar tempo vem crescendo e fazendo com que as empresas educacionais voltem seus trabalhos para eles também. Em contra partida, há uma outra grande parte que não deixa de ter um professor a sua frente passando o conteúdo da grade do curso.

Ok, mas se trabalho com o ensino a distancia, por que tenho que entender sobre isso?

Muito simples, você precisa entender antes o consumo de seu público e porque ele consumo um tipo de produto e não o outro similar. Entender o consumo de seu público faz com que você entenda como engaja-lo e convence-lo que o seu produto é a solução mais plausível para sua necessidade.

Este artigo é justamente para isso, na verdade vamos fazer uma analogia de perfil do aluno para cursos presenciais, alunos de cursos EAD e sobre os dois tipos de modalidades de cursos.

Ensino a distância:

O ensino a distância tem crescido muito nos últimos anos. Em 2014 houve um crescimento de 25% no ensino superior EAD e não apenas em graduações, estes números podem dobrar nos próximos 5 anos.

Bom, apenas com estes dados já vemos que está modalidade só tem a ganhar nos próximos anos. Mas por que deste crescimento? Por que uma multidão está preferindo fazer um curso a distância e não o presencial? Podemos levantar vários fatores para isto relacionado a tecnologia, mas não é apenas isto é apenas um lado e bom, nesta linha de raciocínio, o curso presencial também pode aplicar estas tecnologias, concorda?

Acredito que a escolha do aluno para fazer um curso EAD vem mais por alguma questão que parte dele mesmo, mas nada que sua Instituição de Ensino a Distância não possa trabalhar.

Aulas: Cursos e treinamentos online são feitos dentro de uma plataforma EAD, onde a aula é transmitida Ao vivo ou de forma gravada, isso vária de conteúdo e necessidade, porém, as aulas ficam armazenadas nestas plataformas e o aluno pode assistir esta aula quantas vezes precisar e assim ter uma captação melhor do conteúdo.

Hoje, várias plataformas de ensino a distância vem integrando junto ao seu sistema, ferramentas para debates e fóruns, onde os alunos podem discutir e abordar temas do curso e assim gerando uma interatividade.

Outro fator muito vantajoso no curso a distância, é que de forma geral, as aulas são mais diretas e focadas ao tema principal, aproveitando o tempo de uma forma eficaz e não desviando seu foco.

Modelos de avaliação: Dizer que em cursos online, as avaliações podem ser ineficazes devido o aluno poder fazer pesquisas para adquirir respostas é um equivoco, ao menos para cursos superiores, pois o MEC exige que as avaliações de cursos superiores são efetuadas todas presencialmente.

Em cursos técnicos pode ser que não seja tão eficiente este método, ou possa impedir que seu aluno faça o curso por estar muito longe de sua sede, porém, há a liberdade de métodos avaliativos da instituição, podendo solicitar artigos científicos, relatórios práticos entre outros diversos modelos de avaliação, sendo em grande parte das vezes muito mais eficiente que uma aplicação de um teste.

Horários: Se uma aula é liberada as 19:00 por exemplo, o aluno não precisa necessariamente assistir a esta aula neste horário, ou naquela data, tornando assim seu horário mais flexível, isto é uma grande diferença da aula presencial.

Desta maneira, o aluno pode agendar melhor seus horários e assim diminuir o numero de faltas consideravelmente.

Frequência: O aluno pode ser avaliado não apenas por estar dentro da sala de aula, como é muito comum em grande parte dos cursos profissionalizantes presenciais, mas o aluno tem sua frequência contabilizada pelos trabalhos e atividades presenciais.

Plataformas de ensino como a NoChalks 3.0 consegue indicar pelo progresso do aluno, com isso dizer qual a sua frequência nas aulas, exatamente como os cursos presenciais fazem. Então além de você conseguir filtrar a participação de seus alunos através de trabalhos e exercícios, você também conseguir filtrar suas aulas assistidas.

Custos: Este é o principal motivo do crescimento dos cursos a distância. A media de valores de cursos online são de 15% menores que de cursos presenciais, mas um curso online pode chegar a ser 4 vezes mais barato que cursos presenciais.

O motivo dos cursos a distância terem um custo menor é ligado diretamente ao seu ambiente e realidade, de forma alguma é ligado a sua qualidade, pois bem, a qualidade e eficiência de um curso é ligada a outros fatores.

Em cursos presenciais o gasto maior nem é apenas com a mensalidade, pois há deslocamento e alimentação, que podem aumentar de forma muito relevante o custo total, sem contar a demanda de tempo.

O resultado de um aluno em um curso a distância é diretamente ligado a sua personalidade e organização. A liberdade da educação a distância nem sempre é vantajosa, isso é, depende diretamente da administração pessoal do aluno com seu tempo e responsabilidades.

Em analise de perfil, um aluno para se ingressar num curso online devem ter algumas características em seu perfil para conseguir um aproveito melhor.

Saber administrar seu tempo: Como dito antes, as aulas são mais flexíveis, mas não podem deixar de serem assistidas e sem o foco naquele conteúdo. Um aluno EAD precisa entender que no momento em que estiver assistindo sua aula, sua atenção deve ser totalmente voltada para a aula. Um conselho é fechar redes sociais e preferencialmente fazer isto em um local sem muito fluxo de pessoas ou desvio de atenção.

O ideal é o aluno agendar um horário especifico para fazer o seu curso e estudar o seu conteúdo e tornar este habito padrão, assim com toda certeza o mesmo conseguirá acompanhar o curso sem a menor dificuldade.

Autonomia: Um aluno EAD deve ser independente e responsável com suas tarefas, deve ser proativo e fazer tudo de uma forma independente, sem a necessidade de uma supervisão. Ter iniciativa em iniciar e concluir um projeto fará sua formação ser a mais impecável possível.

Interpretativo: É essencial o aluno ter capacidade de interpretar facilmente textos, vídeos e falas. O mesmo terá suporte para com a equipe para isto, mas quanto maior for sua capacidade de interpretação, melhor para o aluno e seu aprendizado.

Hábito de leitura: Bom, isso não é apenas para quem faz um curso à distância, pois é crucial para qualquer curso em qualquer área que o aluno tenha o habito de leitura e pesquisa. O mesmo precisa estar em constante busca de informações que agregam sua formação e não há outro método para isto até o momento. (risos)

Estas características não são algo em que um estudante possa obter, é tudo uma questão de hábitos e organização que qualquer pessoa possa adquirir. Em outras palavras, qualquer pessoa tem a capacidade de estudar e adquirir todo o conhecimento necessário através da modalidade de ensino a distância.

Agora em outro lado, o ensino presencial também possui grandes vantagens que também são fatores determinantes na decisão dos alunos em iniciar um curso (presencial ou não) independente da área de atuação.

O ensino presencial é uma pratica milenar e bastante padronizada, mas isso não quer dizer que a mesma não sofreu alterações. O avanço da tecnologia, por exemplo, vem inutilizando cada vez mais os quadros negros e trazendo um dinamismo cada vez maior no conteúdo passado em sala de aulas.

Mas assim como no mercado EAD, podemos dizer que a tecnologia, que pode ser aplicada em ambas modalidades. O ensino presencial é muito forte devido a diversos fatores, vamos listar eles neste momento.

Presença física do professor: Um professor ali no momento, em que você pode tirar uma duvida no exato momento em que a mesma surge, de fato é muito interessante nesta comparação. A questão maior, acredito que nem seja o “tirar duvidas em tempo real” e sim ter o professor ali a sua frente.

Algumas pessoas tem uma facilidade maior de aprendizado com o professor ali a sua frente ou ate mesmo devido ao desvio de atenção, que é mais esporádico em uma sala de aula.

Contato direto com os colegas de sala: Sabe aquela discussão sobre politica na mesa de um bar ou sobre qualquer outro tema entre seus amigos? A mesma discussão através de um grupo do whatsapp talvez não seja tão interessante.

O mesmo é um foro de discussão, uma roda de alunos discutindo um tema da aula dada, os gestos e as expressões durante a conversa podem fazer com que o aluno entenda melhor aquele assunto, em minha opinião isto é mais uma questão de expressão do que algum outro fator.

Aula em tempo definido: O aluno sabe qual o horário acontecerá a aula, onde o mesmo deve estar e quando começa e termina. Para muitas pessoas, este tipo de método é melhor para sua organização e preparação para estudos.

Contato maior com a área presencial: Este é de fato o principal fator na decisão de um aluno em fazer um curso presencial e não a distancia. Por mais que o ambiente virtual seja eficiente, ainda há uma dificuldade com a parte pratica.

Diversos cursos necessitam de laboratórios totalmente especializados nas áreas para um melhor aprendizado e até o momento, em alguns níveis a modalidade de ensino a distância não consegue atender este publico, fazendo com que os alunos optem pelo ensino a distância.

Cursos presenciais parecem ser, vamos dizer, mais tranquilos de fazer, porém não é bem assim pois os horários e responsabilidades devem ser seguidos totalmente a risca. Um aluno para ingressar nesta modalidade de curso deve ser bem criterioso em alguns fatores:

Saber lidar com horários agendados: Diferente do curso EAD onde o aluno pode articular seus horários, no curso presencial é bem diferente. Os horários das aulas são marcados de acordo com a instituição e o aluno deve se agendar de acordo com estes horários.

Neste caso o aluno tem que saber lidar com horários fixos e em alguns casos ter disponibilidade no horário devido os turnos em que ocorreram as aulas.

Facilidade em convívio em grupo: O ensino presencial não será apenas o aluno e o professor (em casos bem específicos apenas). Várias pessoas diferentes estarão na mesma sala e o aluno deve entender tais diferenças para um bom convívio e desempenho do curso.

Boa dicção: Ter uma boa escrita e uma boa fala é extremamente importante em qualquer setor ou campo, seja da educação ou do mercado, porém o aluno irá apresentar trabalhos e seminários e para isto precisará saber com tais ações como falar em público.

Seja EAD ou presencial, terão suas vantagens e desvantagens que o aluno serão fatores decisivos na escolha do aluno neste quesito. A instituição deve trabalhar os fatores positivos para conseguir trazer aquele aluno para a sua instituição.

Quanto ao aluno, o mesmo pode facilmente se adaptar para cursar em qualquer uma das modalidades, para isto o mesmo preciso entender sobre os critérios de cada uma e ter um trabalho responsável independente de sua escolha, afinal, o aprendizado de um aluno depende unicamente dele mesmo.

ESCOLHA UM ATENDIMENTO:
Contato por Chat CHAT
Contato por E-mail E-MAIL
Contato por Telefone (11) 4210-2735
Contato por Whatsapp WHATSAPP

VOCÊ GANHOU UM CURSO GRATUITO!

Garanta agora seu acesso ao curso gratuito "Como vender cursos online".

Nele você terá acesso aos segredos e dicas da venda de cursos online!